Uma constelação é um conjunto de estrelas que formam uma figura imaginária no céu.

Representação e identificação de algumas constelações


Ursa Maior
Ursa Maior
Ursa Maior


Ursa Menor
external image ursami2.gif

Cassiopeia
Orionte
Cruzeiro do Sul


Variação da posição das constelações ao longo da noite e do ano

A posição das constelações varia ao longo da noite devido ao movimento de rotação da Terra (movimento à volta de si própria). Ao longo da noite, as constelações (e as respectivas estrelas) nascem a este e põem-se a oeste. A estrela Polar é a única estrela que não tem movimento, porque encontra-se exactamente por cima do eixo de rotação da Terra. O movimento das constelações e das estrelas é um movimento aparente, porque elas não se mexem, é a Terra que roda.
As constelações também se encontram no céu durante o dia, mas não são visíveis porque a luz do Sol é muito brilhante e ofusca as estrelas das constelações.

A posição das constelações varia ao longo do ano devido ao movimento de translacção da Terra (movimento à volta do Sol).


Construção e utilização de um planisfério

As constelações representam-se em mapas chamados planisférios. Existe um planisfério para o hemisfério norte e outro planisfério para o hemisfério sul. Existem dois planisférios porque as estrelas visíveis no hemisfério norte são diferentes das estrelas visíveis no hemisfério sul.

Constelações visíveis no hemisfério norte e no hemisfério sul